Quero matar meu chefe (Horrible Bosses, 2011)

Essa comédia foi uma surpresa. Eu confesso que entre tantas comédias do tipo pastelão que tem saído do forno, aluguei essa achando que seria apenas mais uma. Não deixou de ter clichês e de seguir um pouco a receita do papelão, mas teve pontos altos onde realmente eu ri muito. Foi um filme em que ver Jamie Foxx fazendo um bandido canastrão tomando drinque de canudinho foi apenas para começar a coisa.

Em Quero Matar Meu Chefe (Horrible Bosses, 2011) temos três amigos vivendo o pesadelo de ter chefes horríveis, onde sair da situação parece impossível. Um pelo tempo de dedicação já gasto na empresa onde está, afinal após alguns anos de dedicação a decisão de começar de novo realmente é complicada. Outro pelo sonho do casamento que está iminente. Trocar de emprego as vésperas do casório deve ser realmente complicado. E por fim a motivação pessoal: largar na mão do filho inconsequente de seu antigo e ótimo chefe a empresa dos sonhos dele … complicado.

"MF" Jones!

Nesse contexto os  amigos Kurt (Jason Sudeikis), Nick (Jason Bateman) e Dale (Charlie Day) resolvem, num papo de bar despretensioso, matar seus chefes. Dar cabo deles de forma que não continuem por dar fim a seus objetivos. Para tal eles saem a procura de um assassino profissional. É onde entra Dean MF Jones (Jamie Foxx), onde MF é realmente Mother Fucker! Apesar do trocadilho não parecer engraçado aqui no filme funcionou muito bem. E esse personagem fez um show a parte. Roubou as cenas onde apareceu.

Como comédias de situação prezam por supresas para surtir o efeito, não há como comentar muito sobre os chefes ou seus comportamentos. Destaque para Colin Farrell como Bobby. Finalmente vi Colin fazendo um novo personagem. Coisa difícil porque sua atuação normalmente não me agrada. Devido a algumas cenas não é um filme para toda a família, possui enfoque sexual leve mas que ainda assim não permite que uma criança assista. As partes onde envolve ação, tiros e afins também acaba por tornar proibitivo. Mas com certeza arrancará algumas risadas. Situações bem exploradas no ínterim do roteiro, boas atuações no geral e razoavelmente original. Recomendo.

 

Comentários

  1. André Farzat
    em 25/02/2012 08:23

    Eu me diverti muito vendo esse filme. Ele usa muitos clichês sim, mas as situações são muito engraças e tem algumas ótimas sacadas. Foi realmente uma surpresa esse filme.

  2. Adorei essa comédia e as performances são muito boas.

Deixe seu comentário