Predadores

Predadores Poster

Predadores

Como bom fã de ficção científica, lá fui eu finalmente assistir a Predadores (Predators, 2010). Confesso que apesar de divertir a quem curte o gênero ele não é bom assim. Com um enredo bem simples e direto acho que foi uma pena não aproveitarem melhor a história e nos apresentar mais da cultura, tecnologia ou mesmo da sociedade dos predadores.

O filme já começa chocante. Royce (Adrien Brody) acorda em queda livre e totalmente desorientado. O mesmo acontece com vários outros personagens que vão se encontrando ao trancos e barrancos. Quase sempre se estranhando o grupo se reúne para então tentar entender o que está acontecendo. Rapidamente eles descobrem que não estão na terra e que há algo os caçando. É aí que a brincadeira do Predador (já conhecida por nós) começa.

É nesse ponto que acho que começam falhas graves no filme. Porém, para falar sobre eles terei que contar um pouco do enredo. Portanto, lá vai o aviso de Spoilers.

Spoilers:

O primeiro furo na minha opinião é quando os “cachorros” são soltos. Entendo que a idéia era realmente nos remeter a uma caçada, mas é sério que eles caçam igualzinho a nós? Achei bem fraco não pensarem em algo mais original ou criativo. Quando eu ouvi o apito chamando os cachorros deu até vontade de rir …

Em seguida temos uma armadilha feita com um humano (já morto, mas eles não sabem) pedindo ajuda. Pensem comigo: sequestram os humanos, equipam eles até os dentes e soltam os caras do ar direto num planeta que, segundo o filme, é uma reserva de caça, para que eles caiam numa armadilha e pronto? Sem o gosto de caçar e tal que é o principal atrativo aos predadores? Achei bem ruinzinha essa da armadilha.

Entre tantas outras sacadas bem fraquinhas termino a parte de spoiler lembrando de quando o Predador que estava preso no acampamento deles (que aliás nem se deram ao trabalhar de explicar o porque) ajuda Royce configurando a nave remotamente para que ela volte para a terra. Já imaginaram o cara pousando aqui de nave e pronto, tudo bem? rs. Em seguida o outro predador chega, mata esse um que ajudou Royce e ao ver a nave indo embora (que foi configurada REMOTAMENTE), ele detona a nave usando sua auto destruição. Cara: como assim ele explode a nave que o levaria embora? Não bastava usar o controle e trazer de volta? Enfim …

 Vale ressaltar a participação (muito boa por sinal) de Alice Braga no elenco. Mesmo não convencendo muito como assassina, ela fez valer e foi até o final vivinha! Pena mesmo que não tenham usado um pouco de criatividade para nos entregar um trabalho mais, digamos assim, desafiador. Mas o filme no geral diverte principalmente a quem curte o gênero.

Comentários

  1. Eu até achei o filme divertido, também, não me prendi muito a estes detalhes, você falando assim ficam até bem gritantes hehehe

    • Fabio Farzat
      em 15/11/2011 06:16

      Pois é Márcio,

      me divertir foi consequência de eu gostar bastante de Predadores. Mas que não deu pra não notar os furos, não deu … ;)

      • Eu estava curtindo o filme como o Marcio, mas naquela hora que o japonês fez a cena “vão que eu cuido dele” e duelou com o predador até a morte. Nessa hora o limite máximo de clichês por filme estourou pra mim haha.

        • Fabio Farzat
          em 20/11/2011 05:18

          Te dizer Deco: essa achei até tranquila. O cara mandou uma de Samurai. Já e Predador parece gostar do desafio de caçar algo inteligente …

          Triste mesmo é o humano vencer! Mas vá lá, passa …

Deixe seu comentário