Não tenha Medo do Escuro

Guillermo del Toro tem mandado bem nas últimas produções, o que rendeu minha ida ao cinema para conferir esse também. O labirinto do fauno e o Orfanato, como citou bem a Dani, foram muito bons. Já o A espinha do Diabo eu ainda não vi. Nesse novo filme, além de tudo ressalto a atuação de Baille Madsion  que mandou muito bem como Sally.

Em Não tenha Medo do Escuro (Don´t be afraid of the dark, 2011) acompanhamos uma nova versão para a antiga lenda da fada do dente. Acho inclusive que isso foi muito pouco explorado no filme, mas passa batido no final das contas. O enredo é de suspense desde o início e mesmo com uma introdução digamos, contando coisa demais sobre o enredo, o filme inteiro acaba prendendo e achei que fechou bem.

A atuação média de Alex (Guy Pearce) é totalmente balanceada pelas Kim (Katie Holmes) e Sally (Baille Madsion). Juntas elas praticamente fazem o filme. A relação de madrasta e entiada ficou boa e a aproximação das duas desenrola junto com o suspense sobre as criaturas que cercam Sally. Criaturas inclusive que me fizeram rir um pouco com suas risadas sádicas a cada conquista que obtiam. Me lembrou um pouco gremlins. Mas só pelas risadas, afinal aqui o contexto é apresentado de maneira séria e mantém o ritmo até o final.

Sustos ou medo mesmo o filme não prega, mas conta com um suspense muito bom. Me animei para assistir A espinha do diabo agora …

Comentários

  1. Dani Vidal
    em 08/11/2011 12:21

    Tá esperando o quê pra conferir A Espinha do Diabo?
    Correeeeeeeeeeee!!! É uma relíquia do Guilhermo Del Toro. Bom demais.
    Bjo

Deixe seu comentário